HORÁRIOS DE ATENDIMENTO

Seg-Sex || 9:00AM - 17:00PM
Sab || 9:00AM - 12:00PM

ORTODONTIA


Ortodontia na Atualidade 


Ortodontia é uma das especialidades odontológicas que mais evoluiu nos últimos anos. Os tratamentos se tornaram mais rápidos e confortáveis na medida em que surgiram materiais estéticos e técnicas mais modernas. Novas tecnologias foram incorporadas aos acessórios e hoje o paciente dispõe de bráquetes transparentes, aparelhos autoligáveis, mini-implantes e softwares de última geração que auxiliam no planejamento e execução dos casos de forma cada vez mais ágil.

Esta especialidade odontológica busca corrigir a posição dos dentes e dos ossos maxilares. Dentes tortos ou dentes que não se encaixam corretamente são difíceis de serem mantidos limpos, podendo ser perdidos precocemente, devido à deterioração e à doença periodontal. Também causam um estresse adicional aos músculos de mastigação que pode levar a dores de cabeça, da ATM e dores na região do pescoço, dos ombros e das costas. Os dentes tortos ou mal posicionados também prejudicam a  aparência. Os objetivos do tratamento ortodôntico são estabelecer harmonia facial, correto alinhamento dentário e equilíbrio da oclusão.

A correção do posicionamento dentário pode ser realizada em qualquer paciente. Dependendo da idade e das condições clínicas dos pacientes, a abordagem de tratamento poderá ser feita de diversas formas com o uso de aparelhos fixos e/ou removíveis.

Ortodontia Estética

Utilizamos aparelhos fixos com o máximo de transparência possível em seus acessórios.  Os bráquetes estéticos são desenvolvidos com porcelanas de alta tecnologia, grande resistência e totalmente transparentes, no caso dos bráquetes de safira. Semelhantes a cor natural dos dentes, deixam a presença do aparelho quase imperceptível.

Alinhadores Invisíveis


 Os alinhadores invisíveis são uma alternativa ao tratamento ortodôntico convencional. Nesse sistema, não há necessidade de colar bráquetes aos dente.  Uma sequência de alinhadores invisíveis são confeccionados em um software 3D a partir do molde individual de cada paciente. Esses alinhadores são removíveis e trocados a cada 2 a 3 semanas no consultório.

Ortodontia Autoligante Interativa


Os bráquetes autoligados incorporam as tecnologias mais modernas dentro da Ortodontia. Além de apresentarem baixo coeficiente de atrito, permitem a aplicação de forças mais leves e a redução no tempo de tratamento.
Neste sistema a utilização de ligaduras elásticas é desnecessária, o que facilita a higienização, controle de placa bacteriana e minimiza os riscos de cárie. Além disso evita problemas como  a descoloração das ligaduras elásticas.

Mini Implantes

Estes acessórios foram introduzidos na prática ortodôntica a fim de melhorar os recursos da mecânica aplicada.  Além de possibilitarem mais agilidade e conforto ao paciente,os micro implantes permitem conduzir casos que, até então, eram considerados impossíveis de serem tratados.
Os mini-implantes criam apoio esquelético, que é mais forte e resistente do que o apoio apenas dentário. Isso possibilita ao dentista um ótimo controle do tratamento. A instalação destes miniparafusos não gera qualquer tipo de dor.

Mini Placas


As mini placas criam um apoio esquelético mais forte do que os mini implantes.  São  fixadas aos maxilares através de micro parafusos e funcionam como um ponto fixo de ancoragem, otimizando a movimentação dos dentes em alguns casos de tratamentos ortodônticos mais complexos. A implementação desse sistema de tratamento reduz o número de pacientes indicados para a cirurgia ortognática e simplifica bastante mecânicas ortodônticas mais complexas.

Ortodontia Auxiliando a Reabilitação


Ortodontia também pode ser usada como tratamento auxiliar para viabilizar a execução dos planejamentos das demais especialidades. Os tratamentos de reabilitação oral (implantes e próteses) são os que mais comumente se associam  a Ortodontia, seja na recuperação de posicionamento de elementos dentários que migraram pela perda de algum outro dente, seja no fechamento de espaços remanescentes nas arcadas

Tratamento Orto- Cirúrgico

Quando os ossos da face, especialmente maxila e mandíbula, não estão corretamente relacionados entre si, a correção da mordida não poderá ser alcançada somente com o uso de aparelhos, principalmente no que diz respeito a pacientes adultos.  Nestes casos, uma equipe  composta por  ortodontista  e cirurgião buco-maxilo-facial  terão  que planejar o tratamento tendo em vista uma futura intervenção cirúrgica reposicionando os ossos maxilares.
Para realizar um tratamento orto-cirúrgico há um período inicial de tratamento com aparelhos fixos, com o objetivo de alinhar e nivelar corretamente os dentes. Após esta fase ter sido concluída é que o paciente será submetido à cirurgia e retornará ao Ortodontista para a finalização do tratamento.

Ortopedia Funcional dos Maxilares

A ortopedia funcional dos maxilares soluciona desequilíbrios ósseos, musculares e de funcionamento dos maxilares; alinhamento dos dentes e problemas da articulação têmporomandibular.
Esta é uma técnica que recorre habitualmente aos aparelhos removíveis, com o objetivo de redirecionar o crescimento dos ossos da face e dos dentes, diminuindo assim a necessidade do uso, bem como o tempo de tratamento com os aparelhos fixos. É ideal para crianças e pré-adolescentes.
Estes aparelhos produzem estímulos na rede de neurônios sensoriais na boca, que são encarregados de levar a mensagem até o sistema nervoso central que, por sua vez, responde remodelando as estruturas ósseas, musculares, articulares e funcionais. Desta forma, a estética da face e as funções exercidas pela boca são restabelecidas, trazendo de volta o equilíbrio.

Contenção Ortodôntica

O tratamento ortodôntico  é dividido em duas etapas: fase ativa, durante a movimentação dos dentes, e fase passiva, durante o período da contenção. Os pacientes não recebem alta total logo ao remover o aparelho, seja ele fixo ou removível. Mesmo após o final do tratamento o paciente deve retornar de forma periódica ao ortodontista até que os dentes estejam totalmente consolidados no osso do paciente. Este período é chamada de Fase de Contenção.
Durante esse período de acompanhamento é recomendado que o paciente use um aparelho móvel e/ou uma contenção fixa, que ajudará os dentes a se estabilizarem no novo posicionamento conquistado com o aparelho ortodôntico.  Esse período dura de 12 a 24 meses.

Em quanto tempo é realizado um Tratamento Ortodôntico?

Tratamentos rápidos duram em média 6 a 9 meses e tratamentos mais complexos, 30 a 36 meses. Durante esse período o paciente é atendido pelo menos a cada 3 a 4 semanas para nova ativação do aparelho.  Em alguns casos ele poderá terminar antes e em outros poderá levar mais tempo do que o previsto inicialmente para a finalização. O tempo total de tratamento depende da severidade da Má Oclusão original, do tipo de tratamento envolvido e da cooperação do paciente.


Dra Julia Sotero
Cirurgiã Dentista – Universidade Estadual do Rio de Janeiro
Pós Graduada em Dentística – Universidade Estadual do Rio de Janeiro
Especialista e Mestre em Ortodontia e Ortopedia Funcional dos Maxilares – Universidade Federal do Rio de Janeiro
Invisalign Doctor

TOP