HORÁRIOS DE ATENDIMENTO

Seg-Sex || 9:00AM - 17:00PM
Sab || 9:00AM - 12:00PM

OCLUSÃO


A oclusão é a área da odontologia responsável por estudar as relações de mordida entre as arcadas dentárias superior e inferior, considerando a relação dinâmica, morfológica e funcional entre todos os componentes do sistema mastigatório, que são: os dentes e suas estruturas de suporte, o sistema neuromuscular, a articulação temporo-mandibular e o esqueleto craniofacial.

A oclusão é uma área restrita, apesar de todos os profissionais terem contato com ela no seu dia-a-dia clínico, mas não é uma especialidade da odontologia.Uma má oclusão pode até não gerar problemas para alguns pacientes, que conseguem conviver com uma mordida instável.

Mas, para outros, a oclusão é o fator principal ou coadjuvante em: dores articulares; dores nos músculos da mastigação; problemas como o bruxismo e o apertamento dos dentes; desgastes dentários; lesões de abfração (perda de estrutura dentária associada a estresse mastigatório); mobilidade dentária (“amolecimento” do dente), entre outras.

Todo o trabalho feito em um consultório precisa ser cuidadosamente avaliado nos aspectos da oclusão. Se você já passou por uma situação onde o profissional acabou de fazer uma prótese ou restauração e você a achou alta no momento, causando má oclusão, mas depois de alguns dias acabou se acostumando, pode ter certeza que algo mudou no seu sistema estomatognático, conhecido como sistema mastigador - composto por dentes, periodonto, músculos e articulação têmporo-mandibular, ocasionando uma oclusão satisfatória.

A capacidade de adaptação dos nossos músculos e articulação, frente a problemas de má oclusão é grande, mas pode chegar o dia em que as dores passem a ser freqüentes, e só um ajuste na oclusão ou remoção do trabalho deficiente pode resolver o caso.

Os pacientes que não se submeteram a tratamentos odontológicos para a oclusão, mas que possuem dentes naturais desalinhados, podem procurar inicialmente um ortodontista, para corrigir a má oclusão de uma forma geral, e depois passar por uma análise mais refinada em todos os aspectos da movimentação mandibular (abertura e fechamento, lateralidade direita e esquerda, etc).

Se o paciente já apresenta sintomas de dor articular, a DTM (disfunção temporo-mandibular), ele necessitará de tratamentos mais específicos, já que as causas podem ser inúmeras, dentre estas, a oclusão incorreta.

Há pacientes de DTM que poderão precisar de uma placa protetora, ou placa mio-relaxante para, nos momentos de maior tensão ou crise, ser usada basicamente à noite enquanto os fatores causais não são diagnosticados e tratados.

TOP