0

Doenças sexualmente transmissíveis (DST)

As doenças sexualmente transmissíveis (DST) são doenças infecciosas, causadas por agentes infecciosos como vírus, bactérias e fungos e que são transmitidas por ato sexual e também por vias não sexuais. Ou seja, o sexo não é o único meio de transmissão.

O que são as doenças sexualmente transmissíveis?

As doenças sexualmente transmissíveis são aquelas transmitidas por relações sexuais, mas o termo se amplia um pouco. As doenças sexualmente transmissíveis não são transmitidas só por contato sexual, mas também por líquidos e secreções humanas, como: sangue, ferida contaminada, entre outros.

Um detalhe importante das doenças sexualmente transmissíveis é que, caracteristicamente, elas passam de humano para humano, o reservatório da doença é o ser humano. Por isso é tão fácil de ser transmitida.

Como que é feito o diagnóstico da DST?

O diagnóstico depende da doença. As doenças podem ser: sífilis, candidíase, herpes, gonorréia, HIV, entre outras.

O diagnóstico é basicamente feito através dos anticorpos que ajuda a identificar o agente.

Diagnóstico e tratamento do HIV

O diagnóstico do HIV melhorou muito nos últimos tempos em relação a eficácia. Hoje você “diagnostica” o HIV com um teste rápido, que mede a presença de anticorpos contra o HIV, anticorpos que já são possíveis de detectar em poucas semanas após o contágio. Depois desse, tem outros testes mais elaborados e precisos, que além de identificar o vírus, eles fazem o que hoje é uma arma do diagnóstico de vírus, a carga viral é dosada. É como se você contasse o número de replicações do vírus que existe numa determinada quantidade, num volume de tecido (sangue ou outros tecidos biológicos).

Para o HIV, os tratamentos são os coquetéis antivirais. É importante lembrar que ainda não existe uma cura pra Aids, mas ela é controlada se for diagnosticada cedo.

Como é feito o tratamento das doenças sexualmente transmissíveis?

No caso da sífilis, o tratamento é simples, ainda usamos a penicilina – que até hoje é o tratamento mais eficaz para a sífilis.

A gonorréia, que é uma bactéria bem comum, é tratada com antibióticos  – a gonorréia não complicada, aquela que fica na parte baixa do aparelho genital, no caso da mulher, na vagina e no colo do útero.

A clamídia é outro tipo de bactéria e está muito implicada na infertilidade. A gonorréia e a clamídia podem agir associadamente, e nesses casos, elas podem alcançar pontos mais altos do sistema reprodutor e levar a infecções para dentro da pelve da mulher, causar aderências, obstrução de trompas, infertilidade. Quando a infecção já está dentro da pelve, o caso é mais grave.

Como eu me previno das doenças sexualmente transmissíveis?

A prevenção mais eficaz é o uso da camisinha. Tanto a camisinha masculina quanto a camisinha feminina.

Tem algo a dizer? Vá em frente!